Fala Guarulhos

Bons resultados de Pedro Sakamoto e Thiago Wild animam o tênis brasileiro

Por: , 14 de maio de 2019 às 09:30 | Em
  • _Destaque
  • Esportes
  • Guarulhos
  • Notícias
  • A boa temporada de Pedro Sakamoto em 2019 voltou as atenções da imprensa para o tênis brasileiro. Apesar de não contar com nenhum destaque entre os melhores do mundo, o […]

    A boa temporada de Pedro Sakamoto em 2019 voltou as atenções da imprensa para o tênis brasileiro. Apesar de não contar com nenhum destaque entre os melhores do mundo, o momento é positivo no cenário internacional. A promessa Thiago Wild, de apenas 18 anos, é cotado para um bom futuro nas competições. O objetivo do tenista, no momento, é conseguir a primeira participação em Grand Slams.

    Foram mais de quatro torneios disputados por Sakamoto até o mês de maio, todos eles organizados pela ITF. Além do título do M15 Pinamar, na Argentina, o tenista guarulhense também conseguiu um vice-campeonato no M15 Naples, nos Estados Unidos. Porém, o destaque mesmo veio no Challenger de Roma, onde o tenista conseguiu bom resultado contra Dragos Dima. Ele impressionou o rival com o alto aproveitamento, cerca de 61%, no primeiro serviço. No entanto, o brasileiro acabou eliminado na rodada seguinte por Paolo Lorenzi.

    Os bons resultados do tenista fizeram com que o esporte voltasse a chamar atenção do brasileiro. Após o sucesso de Gustavo Kuerten, o torcedor continua órfão de um novo nome de destaque. O jovem Thiago Wild surge exatamente nesta situação. Com apenas 18 anos, o tenista conseguiu bons números no início da carreira, como mostra o portal da Globoesporte. Ele tem mais de 30 vitórias nas competições de Challenger e Future.

    A maior conquista para a temporada de 2019 seria uma vaga em um dos Grand Slams do ano, porém ele não terá vida fácil. Wild vai precisar de melhores resultados até lá, aumentando até o aproveitamento de 40% que possui em partida nos Challengers. Ele também precisa contar com um pouco de sorte, quando ocorrerem os sorteios nas etapas eliminatórias. Até o momento, o brasileiro tem conseguido um ano positivo para alguém tão novo.

    US Open e sonho maior

    Uma das grandes oportunidades para Thiago Wild, no objetivo de participar de um Grand Slam, pode ser no US Open. Enquanto Roland Garros já acontece em junho, o torneio norte-americano está agendado para o mês de agosto. Seria algum tempo para o brasileiro aparecer melhor no calendário. Porém, é um sonho distante e, provavelmente, só deve acontecer nas próximas temporadas.

    Enquanto isso, Wild deve assistir de longe a disputa entre Djokovic, Nadal e Federer na competição. Nas cotações de apostas online da Betfair, os três veteranos aparecem como favoritos para a disputa. O sérvio aparecia, no dia 12 de maio, com 40% de chance de título. Deixando os dois icônicos rivais como segundas opções. A disputa se inicia no dia 26 de agosto, nos Estados Unidos.

    Ainda é cedo para ter uma certeza sobre o futuro do tênis brasileiro, porém o ano de 2019 já fica marcado pelos bons números de Sakamoto e Wild. O segundo, inclusive, já afirmou que sonha em se tornar o melhor do mundo, como mostra a entrevista realizada pelo portal de notícias Terra. A torcida brasileira aprova a ideia, já que desde a aposentadoria de Gustavo Kuerten, o tênis brasileiro parou no ranking individual sem qualquer tipo de destaque maior.