Fala Guarulhos

Resposta é SIM | Grávidas devem tomar a vacina contra a gripe? Drauzio Varella explica

Por: , 13 de maio de 2019 às 00:01 | Em
  • Brasil
  • Notícias
  • Uol
  • Grávidas fazem parte do público-alvo que deve tomar a vacina contra a gripe, segundo as principais entidades de saúde do mundo todo QUEM DISSE? Revista “Saúde” O QUE DISSE? As […]

    Grávidas fazem parte do público-alvo que deve tomar a vacina contra a gripe, segundo as principais entidades de saúde do mundo todo

    QUEM DISSE? Revista “Saúde”

    O QUE DISSE? As mulheres grávidas não só podem como devem participar da campanha de vacinação contra o vírus influenza1

    QUANDO DISSE? 03/05/2019

    CHECAGEM: VERDADEIRO

    : Entrevista sobre gripes e resfriados 

     

    CONTEXTO

    Há muitas razões pelas quais algumas pessoas se opõem à vacinação, como objeções religiosas ou filosóficas. Outros veem a obrigatoriedade da vacinação como uma interferência do governo naquilo que acreditam que deveria ser uma escolha pessoal. E há ainda aqueles que estão preocupados com a segurança ou eficácia das vacinas, ou que acreditam que as doenças evitáveis ​​por vacinação não representam um sério risco para a saúde.

    Nesta última situação encontram-se muitas gestantes que não veem necessidade de se vacinar contra o vírus da gripe (influenza).

    Uma reportagem publicada pela revista “Saúde” em 03 de maio deste ano afirmava que “as mulheres grávidas não só podem como devem participar da campanha de vacinação contra o vírus influenza”.

    Será? A DROPS checou  o que apontam as evidências científicas a respeito.

     

    O QUE DIZ A CIÊNCIA

     

    DROPS consultou as principais entidades de referência em saúde para verificar seu posicionamento oficial sobre vacinação contra gripe para gestantes. Veja o que encontramos:

     

    MINISTÉRIO DA SAÚDE BRASILEIRO

    O site do Ministério da Saúde do governo brasileiro 2 traz as gestantes como população alvo da campanha de vacinação contra influenza e explica, nas palavras da coordenadora Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Carla Domingues, que: a vacina tem um efeito protetor enorme tanto para a mãe quanto para a criança. A mãe porque na gravidez, pela sua condição de gestante, ela tem uma baixa imunidade, então ela está mais propensa a adquirir a gripe. A criança quando nasce ela só vai poder tomar a vacina a partir dos seis meses, então essa criança estará desprotegida. Quando a mãe toma a vacina, ela passa anticorpos para o seu filho, ainda na barriga, e a criança vai nascer já com uma imunidade que nós chamamos de passiva, que vai da mãe para o filho”³.

    ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE

    A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma em seu site4 que gestantes fazem parte do grupo de pessoas que têm maior risco de desenvolver complicações quando infectado pelo vírus da influenza (gripe). A entidade afirma, também, que a vacinação é a maneira mais eficaz de se prevenir contra gripe e que a segurança dessa vacina vem sendo observada há 60 anos. Por fim, a OMS recomenda que grávidas tomem a vacina anual contra a gripe, independentemente de seu mês gestacional.

    GOVERNO NORTE-AMERICANO

    O Centers for Diseases Control and Prevention (CDC)⁵, órgão vinculado ao governo norte-americano, também recomenda a vacinação contra influenza para gestantes, afirmando que a imunização faz parte do planejamento de uma gravidez saudável. A entidade diz ainda que a vacina pode ser tomada a qualquer momento durante a gravidez.

    GOVERNO BRITÂNICO

    O National Health Service (NHS), serviço de saúde do governo britânico,6 também recomenda que mulheres grávidas tomem a vacina da gripe em qualquer momento da gestação. A instituição esclarece que a vacina é segura e “…ajuda a proteger mães e bebês. Há boas evidências de que as mulheres grávidas têm um risco maior de desenvolver complicações se contraírem gripe, particularmente nos estágios mais avançados da gravidez”.

    CHECAGEM

    DROPS consultou as principais referências científicas em saúde e sua posição sobre a necessidade, segurança e eficácia da vacina da gripe em mulheres grávidas.  Todas as fontes checadas foram unânimes: gestantes devem SIM se vacinar contra o vírus da influenza.  Sendo assim, consideramos que a frase da revista “Saúde” “as mulheres grávidas não só podem como devem participar da campanha de vacinação contra o vírus influenza” 7  é VERDADEIRA.

    Referências

    (acesso em 07/05/2019):

    ¹ https://saude.abril.com.br/familia/gestante-pode-tomar-vacina-da-gripe/

    ² http://portalarquivos.saude.gov.br/campanhas/vacinagripe/

    ³ http://portalms.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/45348-ministerio-da-saude-lanca-campanha-nacional-de-vacinacao-contra-a-gripe

    ⁴ https://www.who.int/en/news-room/fact-sheets/detail/influenza-(seasonal)

    ⁵ https://www.cdc.gov/features/pregnant-vaccines/index.html

    ⁶ https://www.nhs.uk/conditions/pregnancy-and-baby/flu-jab-vaccine-pregnant/#

    ⁷ https://saude.abril.com.br/familia/gestante-pode-tomar-vacina-da-gripe